DOCE VENTURA DE ESCREVER

flores 1                                             DOCE VENTURA DE ESCREVER

Quando escrevo, vivo intensamente.
As horas parecem minutos,
E eu não sinto o tempo passar.
Meus dedos percorrem o teclado,
Como se nem dedos e nem teclado existissem,
Como se houvesse apenas situações imaginárias
Esperando para se materializar.

Começar é fácil.
Difícil, é ter que parar.
Eu sonho acordada,
E viajo sem sair do lugar.
Dou vida a seres que não existiam,
E passo a ouvi-los com atenção.
Parece loucura, é verdade,
Mas loucura maior seria,
Em nome da lucidez,
Calar a voz do coração.

E, então, eu me pergunto:
Se eles não existiam,
Como se tornaram tão reais?
Eles sempre me surpreendem
E começam a falar quando menos espero,
Mostrando-me como a história deve continuar.

Quando estou no caminho certo,
A história flui sem tropeços.
Quando sigo um atalho que não deveria,
Eles se calam, e eu me perco num labirinto sem fim.
Então, eu paro, sento e espero
Até que um deles venha ao meu encontro
E me diga que caminho devo seguir.

Viver cercada de personagens é doce ventura.
Não há trabalho mais prazeroso e fascinante do que
Compreender os seus sonhos e os seus desejos,
Traduzir em palavras seus pensamentos e emoções,
Observá-los atuando na tela da minha imaginação!…
Eu não sei se eles existem porque os criei,
Ou se eu existo pelo fato de tê-los criado.
Eles dão sentido à minha vida,
E é sempre um prazer reencontrá-los.

Mesmo quando me distancio de alguma história,
Não importa o tempo que eu passe sem visitá-la,
Ao reencontrá-la é como se nunca a tivesse deixado.
Os cenários são sempre os mesmos,
E os personagens sorriem
E voltam a me falar sobre seus sonhos.
Não há cobrança; há confiança.
Não há cansaço; há vitalidade.

Deixar de escrever,
É parar de viver.
Se sonhar é viver,
Eu vivo porque escrevo.
E os personagens me vivificam
Quando se expressam através de mim.

Sisi Marques

Obs.: Este poema foi originalmente publicado no Blog Respirar Histórias, na categoria POEMAS ESPIRITUALISTAS.

Sobre Sisi Marques

Sou apaixonada pelos personagens e pelas histórias que povoam a minha imaginação. Amo escrever, porque é através da escrita que consigo registrar os momentos maravilhosos que essas realidades mágicas me proporcionam.
Esta entrada foi publicada em SISI MARQUES e CAETANO, um de seus personagens. Adicione o link permanente aos seus favoritos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>