O GUARDIÃO DO CORAÇÃO DAS FONTES DA JUVENTUDE (Capítulo XXVI)

Quando os quatro estavam reunidos à mesa de refeições, Cibele, endereçando um olhar a Lorena, comentou:

– Lamento que esta seja a última vez que venho aqui.

Lorena, olhando-a ternamente, disse:

– Poderá visitar-nos em seus sonhos. Além disso, Tadeu poderá visitá-los sempre que desejar. Ele é o senhor deste lugar, e não um prisioneiro.

Cibele, sorrindo, disse:

– Obrigada, Lorena.

O sorriso de Cibele apagou-se, no entanto, quando ela confessou:

– Eu estou apreensiva. O que acontecerá se não conseguirmos sair desta dimensão?…

Eliel, bem-humorado, não conseguiu evitar o comentário espirituoso:

– Não me peça para beijar Tadeu! Ter beijado Derlo já foi muito constrangedor!

Eliel não esperava que Lorena lhe dissesse:

– Não se preocupe. Se for necessário, eu mesma beijarei você.

Contemplando o olhar de preocupação e desagrado no rosto de Cibele, Lorena exclamou sorrindo:

– Eu estava só brincando! Certamente a magia contida no amor de vocês será suficiente para levá-los de volta para casa.

Eliel e Cibele despediram-se de Tadeu e Lorena. Cibele mergulhou nos olhos de Eliel, e ele a beijou docemente. Quando Cibele abriu os olhos, verificou que ainda estavam no mesmo lugar. Decepcionada, ela perguntou:

– O que houve?…

Ele respondeu sorrindo:

– Eu fiquei tão emocionado com o beijo que me esqueci de girar o anel! Lembre-se de estalar os dedos para fortalecer a nossa magia. Está pronta para tentarmos novamente?…

Fitando o rosto de Eliel com doçura, Cibele afirmou:

– Eu estou sempre pronta para beijar você.

Eliel abraçou-a e girou o anel enquanto a beijava. Quando chegaram à sala da árvore, ele comentou:

– Embora aquele lugar seja maravilhoso, é aqui na nossa árvore, com você ao meu lado, que eu me sinto no paraíso.

Cibele concordou:

– A nossa árvore é o melhor lugar do mundo, mas apenas quando você está presente. Por favor, nunca mais pense em me deixar!

Revestindo o rosto de seriedade, ele disse:

– O mesmo serve para você. Consegue imaginar o que eu senti ao vê-la levantar o alçapão e começar a descer aquela escada?!… Eu tenho que agradecer a Tadeu por você ainda estar aqui ao meu lado.

Cibele aproveitou a oportunidade para confessar:

– Eu o beijei duas vezes: uma vez aqui e a outra no salão de banho.

Ela não pareceu surpresa quando ele disse:

– Eu sei e fico feliz que tenha me contado. A propósito, devolva-me a chave e a esfera para que eu possa escondê-las melhor desta vez.

Cibele comentou:

– Tadeu já estava de posse da esfera e pediu a chave para trancar o alçapão. Eu acabei me esquecendo de pedir a ele que as devolvesse.

Expressando seu bom humor e a ausência de recriminação, Eliel afirmou:

– Ele mereceu mesmo aquele segundo beijo. Mas é melhor que tenha sido o último, porque, do contrário, para vingar-me da sua traição, eu beijarei Lorena.

Fingindo-se zangada, Cibele exclamou:

– Nem pense nisso! Você é só meu.

Eliel sorriu, e os dois se entregaram a um longo e apaixonado beijo.

♣ ♣ ♣

FIM DO ÚLTIMO CAPÍTULO DA PARTE 1 (O GUARDIÃO DO CORAÇÃO DAS FONTES DA JUVENTUDE) DE “REALIDADE MÁGICA – LIVRO 2”.
Sisi Marques
15/10/2013

♣ ♣ ♣

NO PRÓXIMO SEGMENTO, NÃO PERCA O INÍCIO DA PARTE 2 (FLORÊNCIO) DE “REALIDADE MÁGICA – LIVRO 2”.

Grata,
Sisi Marques

Que os seus sonhos se realizem!

Sobre Sisi Marques

Sou apaixonada pelos personagens e pelas histórias que povoam a minha imaginação. Amo escrever, porque é através da escrita que consigo registrar os momentos maravilhosos que essas realidades mágicas me proporcionam.
Esta entrada foi publicada em O GUARDIÃO DO CORAÇÃO DAS FONTES DA JUVENTUDE (LIVRO 2 - PARTE 1). Adicione o link permanente aos seus favoritos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>