O GUARDIÃO DO CORAÇÃO DAS FONTES DA JUVENTUDE (Capítulo XXI)

Na árvore de Eliel, Cibele chorava sem poder imaginar que ele a observava. O sono aplacara seu sofrimento apenas por alguns instantes. Ela se levantou e caminhou pelos cômodos que lhe traziam tantas lembranças. Perguntava-se o que seria daquela árvore sem Eliel. Perguntava-se o que seria dela própria sem ele. O pensamento de retornar à sua dimensão tornava-se cada vez mais insistente. Precisava encontrar a chave e a esfera. Ela procurou em todos os lugares sem obter sucesso. Mas depois ela se lembrou de um lugar que apenas Eliel frequentava: a parte interna do tronco da árvore. Cibele subiu a escada e sentou-se no local onde Eliel costumava recostar-se para recarregar suas energias e meditar. Os seus olhos esbarraram na caixa de ferramentas que ele usava para criar seus artefatos mágicos. Ele usava as ferramentas não porque precisasse delas e sim porque gostava de manuseá-las. Ela abriu a tampa da caixa e retirou as ferramentas. Debaixo delas, havia um pequeno estojo que escondia o que Cibele procurava. Ela apanhou o estojo e guardou-o no bolso do vestido. Colocou as ferramentas de volta na caixa e devolveu-a no mesmo lugar onde Eliel a havia deixado. Com os olhos úmidos, Cibele desceu a escada, atravessou a sala e foi para o quarto. Retirou o estojo do bolso e colocou-o cuidadosamente sobre a penteadeira. Num estalar de dedos, ela trocou o vestido florido por sua antiga túnica preta.

Eliel, que observava através do espelho cada gesto, cada movimento da mulher que amava, estava perplexo. Não havia dúvida de que Cibele pretendia partir.

FIM DO 21º CAPÍTULO DA PARTE 1 (O GUARDIÃO DO CORAÇÃO DAS FONTES DA JUVENTUDE) DE “REALIDADE MÁGICA –LIVRO 2”.
Sisi Marques
14/10/2013

NO PRÓXIMO SEGMENTO, NÃO PERCA A CONTINUAÇÃO DA PARTE 1
(O GUARDIÃO DO CORAÇÃO DAS FONTES DA JUVENTUDE) DE “REALIDADE MÁGICA – LIVRO 2”.
Grata,
Sisi Marques

Que os seus sonhos se realizem!

Sobre Sisi Marques

Sou apaixonada pelos personagens e pelas histórias que povoam a minha imaginação. Amo escrever, porque é através da escrita que consigo registrar os momentos maravilhosos que essas realidades mágicas me proporcionam.
Esta entrada foi publicada em O GUARDIÃO DO CORAÇÃO DAS FONTES DA JUVENTUDE (LIVRO 2 - PARTE 1). Adicione o link permanente aos seus favoritos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>