Arquivo da categoria: FLORÊNCIO (LIVRO 2 – PARTE 2)

FLORÊNCIO (Capítulo XIX)

Quando Cibele chegou à árvore de Crisélia, entrou no quarto que pertencera a Anabel e, atirando-se na cama, continuou a expulsar, através do choro, toda a mágoa que sentia. Ela não percebeu quando Eliel surgiu silenciosamente e passou a observá-la. … Continue lendo

Publicado em FLORÊNCIO (LIVRO 2 - PARTE 2) | Deixar um comentário

FLORÊNCIO (Capítulo XVIII)

Nós nos reunimos novamente. E, contrariando as nossas expectativas, verificamos que existia um abismo ainda maior do que antes entre Eliel e Cibele. Embora Eliel estivesse sentado ao seu lado, ela não parecia feliz. Dessa vez, Tadeu não sentou no … Continue lendo

Publicado em FLORÊNCIO (LIVRO 2 - PARTE 2) | Deixar um comentário

FLORÊNCIO (Capítulo XVII)

Eliel e Cibele pareciam alheios ao que se passava ao redor. Eliel, atraído pelo carinho no olhar de Cibele, aproximou-se e beijou-a. Entregando-se àquele abraço que tanto ansiara por receber, ela perguntou: – O que aconteceu ontem à noite?!… Por … Continue lendo

Publicado em FLORÊNCIO (LIVRO 2 - PARTE 2) | Deixar um comentário

FLORÊNCIO (Capítulo XVI)

Quando Cibele terminou a refeição, nós nos dirigimos para a sala. Tadeu sentou no meio do sofá, e Cibele sentou-se ao lado dele. Para evitar um mergulho acidental nos olhos de Cibele, Eliel preferiu também sentar-se ao lado de Tadeu. … Continue lendo

Publicado em FLORÊNCIO (LIVRO 2 - PARTE 2) | Deixar um comentário

FLORÊNCIO (Capítulo XV)

Eliel chegou antes de Cibele àquele café da manhã inesquecível. Anabel perguntou: – Onde está Cibele?!… Estamos todos ansiosos para revê-la. Eliel, sentando à mesa para servir-se de uma xícara de café, confidenciou com os olhos voltados na direção da … Continue lendo

Publicado em FLORÊNCIO (LIVRO 2 - PARTE 2) | Deixar um comentário

FLORÊNCIO (Capítulo XIV)

Quando Anabel apareceu utilizando a magia do anel que Eliel lhe dera quando ainda estavam comprometidos, ela perguntou: – Tadeu está melhor? Ele estragou tudo ontem, e o pior é que não posso culpá-lo. Você acredita que Cibele consiga retornar? … Continue lendo

Publicado em FLORÊNCIO (LIVRO 2 - PARTE 2) | Deixar um comentário

FLORÊNCIO (Capítulo XIII)

Na manhã seguinte, Crisélia estava fazendo o café e surpreendeu-se ao ver Tadeu retornando da praia. Após cumprimentar-nos e beijar o rosto de Crisélia, ele exclamou: – A água estava uma delícia! Eu não sei como consegui ficar tanto tempo … Continue lendo

Publicado em FLORÊNCIO (LIVRO 2 - PARTE 2) | Deixar um comentário

FLORÊNCIO (Capítulo XII)

Precisamos voltar à árvore de Eliel para retomarmos o momento em que Tadeu soma o seu próprio sofrimento ao peso do silêncio de Eliel, e as lágrimas transbordam de seus olhos. A angústia em seu coração é quase insuportável, e … Continue lendo

Publicado em FLORÊNCIO (LIVRO 2 - PARTE 2) | Deixar um comentário

FLORÊNCIO (Capítulo XI)

Se voltássemos no tempo, no instante em que Florêncio assustou Cibele com sua repentina aparição no espelho, poderíamos ouvi-lo dizer: – Você não conseguirá voltar sozinha. Liberte o gênio que está preso na ânfora e traga-o aqui para que eu … Continue lendo

Publicado em FLORÊNCIO (LIVRO 2 - PARTE 2) | Deixar um comentário

FLORÊNCIO (Capítulo X)

Naquela noite, quando Tadeu se sentiu um pouco mais fortalecido, pediu o meu anel e dirigiu-se à árvore de Eliel. Ele não teve coragem de lhe dar a notícia imediatamente e pôde ouvir o som de seu próprio coração quebrando … Continue lendo

Publicado em FLORÊNCIO (LIVRO 2 - PARTE 2) | Deixar um comentário